30 agosto 2007

Dharma Arte

Dharma Arte, um novo sítio, um novo projecto no Brasil.

Actividades Culturais associadas à Visita do Dalai Lama a Lisboa


1 - Portugal e Tibete – Do Finisterra Atlântico ao Topo do Mundo. Uma Relação Multissecular – Palestras, Poesia luso-tibetana e Exposição de fotografia, artesanato e jóias do Tibete, de 2 a 11 de Setembro na Quinta da Regaleira (Sintra) . 2 Set. 16h30 – António Teixeira, 'O Descobrimento do Tibete e do Budismo Tibetano pelos Portugueses'; 18 h - Jigme Khyentse Rinpoche, 'O Treino da Mente'; 8 Set. 16.30 - Julieta Marques de Almeida, 'Alberto Caeiro e a Vacuidade'; 18.00 – Paulo Borges, 'S. S. o Dalai Lama, Agostinho da Silva e o Diálogo Inter-Religioso'. Informações e programa completo: 219106656/213634363 – www.uniaobudista.pt


2 – Encontrar Buda - Exposição de fotografias de Kärsti Stiege sobre Bodh Gaya (Índia), onde Siddhartha Gautama atingiu a Iluminação, bem como de peças tibetanas de artesanato e de culto, de 3 a 16 de Setembro , na Galeria Groupama Arte – Av. Berna, 24 D, Lisboa.


3 – Lançamento da Revista Lusófona de Ciência das Religiões, número dedicado à Presença do Budismo na Cultura Portuguesa , a 6 de Setembro, 18.30, no Auditório Agostinho da Silva da Universidade Lusófona (Campo Grande), com o Director Dr. Paulo Pinto e o organizador, Prof. Paulo Borges.


4"Coração + Quente = Planeta + Feliz" - Workshop e exposição de trabalhos na Quinta Pedagógica dos Olivais, de 6 a 30 de Setembro. De 6 a 9 de Setembro, das 16-19 h, os visitantes podem apresentar trabalhos individuais ou em grupo (desenho, fotografia, composições, etc.) relativos ao tema da relação entre a mudança da nossa atitude e um mundo melhor. Inauguração da exposição: 11 de Setembro, 16 h. Informações: Ana Moreira - ana12moreira@gmail.com / 919682073 /965147125


5Pensando nos Outros – Os Direitos Humanos no Mundo e no Tibete, conferências do Dr. Fernando Nobre (AMI) e da Drª Teresa Nogueira (Amnistia Internacional) e lançamento de "O Diálogo Indispensável. Paz entre as Religiões", de Raimon Pannikar (Lisboa, Zéfiro, 2007), por Paulo Borges. 10 de Setembro , 18h30, no Anfiteatro III da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (Cidade Universitária).

6 – FNAC – Cascais, 11 Set., 17.00 - "Life of Buddha" – documentário sobre a vida de Buda; 21.30 – Sagaraprya: "A meditação e a paz interior"; 12 Set., 17.00 - "Samsara" – filme tibetano sobre Budismo; 21.30 – Paulo Borges: "S.S. o Dalai Lama em Portugal – Sabedoria para Viver"; 13 Set., 17.00 - "Peace is every step", documentário sobre o monge vietnamita Thich Nhat Hanh, nomeado para Nobel da Paz; 21.30 – Drª Teresa Nogueira (Amnistia Internacional): "Questão tibetana e direitos internacionais"; 14 Set., 17.00 – "The Words of My Perfect Teacher", documentário sobre budismo e a relação mestre-discípulo; 21.30 – Jigme Khyentse Rinpoche (Mestre tibetano), "A Via do Bodhisattva".


7 – Lançamento de O Caminho da Grande Perfeição, de Patrul Rinpoche, introdução clássica ao budismo tibetano, e do áudio-livro A Via do Bodhisattva , de Shantideva (base dos ensinamentos de Sua Santidade o Dalai Lama em Portugal) (Lisboa, Ésquilo, 2007), por Pema Wangyal Rinpoche. 13 de Setembro, 20 h, no Anfiteatro III da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (Cidade Universitária).


8 - Exposição Património Cultural Tibetano: expressão de sabedoria – apresentação de peças do património artístico e tradicional tibetano. A exposição estará patente ao público de 13 a 30 de Setembro na Faculdade de Arquitectura da UTL (Pólo Universitário, Alto da Ajuda).


9 - Colóquio Internacional O Buda e o Budismo no Ocidente e na Cultura Portuguesa , em 3 e 4 de Outubro , das 10.00 às 19.00 , no Anfiteatro III da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (Cidade Universitária). No dia 3, às 19.30, lançamento de O Buda e o Budismo no Ocidente e na Cultura Portuguesa (org. Paulo Borges e Duarte Braga, Lisboa, Ésquilo, 2007). Programa e informações: http://budismo.com.sapo.pt; inscrições: joanaluis@aim.com

Comissão Dalai Lama Lisboa 2007

office@dalailamalisboa2007.com / www.dalailamalisboa2007.com

29 agosto 2007

Ensinamentos de Jigmé Khyentsé Rinpoché no Porto


A convite da Fundação Kangyur Rinpoche, e com o apoio da União Budista do Porto, Jigme Khyentse Rinpoché virá ao Porto nos dias 1 e 2 de Setembro, Sábado e Domingo, para transmitir ensinamentos sobre meditação. Segundo a filosofia budista, a meditação é uma das principais chaves para atingir a paz interior e a felicidade suprema. Os ensinamentos estarão abertos a todas as pessoas interessadas em aprender algo sobre o Budismo e a meditação.

Jigme Kyentse Rinpoché é um conhecido mestre budista que recebeu ensinamentos de grandes mestres como o seu Pai Kyabje Kangyur Rinpoché e Kyabje Dilgo Khyentse Rinpoché, Kyabje Dudjom Rinpoché e Kyabje Trulshik Rinpoché. Jigme Khyentse Rinpoché viaja por todo o mundo para transmitir ensinamentos a muitos alunos. Receber ensinamentos do Rinpoché é um privilégio inspirador para qualquer pessoa que deseje uma vida melhor.


Horário dos ensinamentos:

Sábado, 1 de Setembro 9.30h – 12.30h; 14.30h – 18.30h

Domingo, 2 de Setembro 9.30h – 12.30h


Local dos ensinamentos:

Seminário da Boa Nova

Rua da Boa Nova, 533

Valadares – V. N. Gaia

Direcções: saída "Valadares"; direcção estação CP Valadares até encontrar indicação para o seminário da Boa Nova. Autocarro do Porto (metro - Trindade): 901

Levar almofada!

Contacto:

ivonejoep@gmail.com

Telef.: 914304413

Participação: 5 Euros

Dormida e pequeno almoço em quarto duplo com q. banho privativo : 15 Euros

Refeição: 8,5 Euros

Reserva através do contacto acima indicado


URGENT

On invitation of the Foundation Kangyur Rinpoché, and with the colaboration of União Budista do Porto, Jigme Khyentse Rinpoché will come to Porto on Saturday and Sunday September 1st and 2nd to give teachings on meditation. According to the Buddhist philosophy meditation is one of the major keys to realize inner peace and reach ultimate happiness. The teachings are open to anyone who is interested to learn about Buddhism and meditation.

Jigme Khyentse Rinpoché is a reknown Buddhist teachers who himself received his teachings from the great teachers like his father Kyabje Kangyur Rinpoché and Kyabje Dilgo Khyentse Rinpoché, Kyabje Dudjom Rinpoché, Kyabje Trulshik Rinpoché. Jigme Kyentse Rinpoché travels tirelessly throughout the world to give teachings and advice to many students. Attending teachings from Rinpoché is a privilege very inspiring for anyone in search for a better life.



Time of the teachings:

Saturday September 1st 9.30h – 12.30h; 14.30h – 18.30h

Sunday September 2nd 9.30h – 12.30h


The place of the teachings is:

Seminário da Boa Nova

Rua da Restauração, 533

Valadares – V.N.Gaia


How to reach:

ivonejoep@gmail.com

telef.: 914304413


Contribution:

5 Euros


Sleep and breakfast in double room with private bathroom: 15 Euros

Meal: 8,5 Euros

Reservations: ivonejoep@gmail.com

telef.: 914304413


Please foreward tis message to anyone who might be interested in the teachings of Rinpoché.


27 agosto 2007


chego agora,

nas mãos tingidas de amora

a arder em dias lentos,

sob o lume da terra.

chego agora,

imenso no mesmo lugar.


Daterra

24 agosto 2007

on the news...

Já tinha lido a notícia, mas este artigo é óptimo! :)
Monks must get OK to be reincarnated

23 agosto 2007

Paz em acção




Meditação em andamento

O que é?
A proposta da iniciativa “Paz em Acção” é permitir que pessoas se possam juntar por uma causa comum - caminhar em paz.
A meditação em andamento, outra forma de abordar esta proposta, tem sido praticada ao longo dos tempos por diversas pessoas e culturas. Hoje, acolhemos particularmente o trabalho de um professor,
Thich Nhat Hanh, que utiliza este método com regularidade para unir pessoas, confraternizar e, por vezes, como forma de activismo pacífico perante adversidades sociais.

Características
Caminhar pacificamente e em silêncio durante 20 minutos. A cada passo observamos a nossa respiração, unindo corpo e mente no momento presente.
Não se trata de caminhar com o intuito de chegar a algum lado, trata-se principalmente de caminhar com plena consciência do próprio caminhar, de cada acção. E dessa forma, fazê-lo em paz.

Para quem?
Para todos os interessados na proposta, de todas as idades. As crianças são muito bem vindas.

Quando?
Todo o 2.º domingo de cada mês, inserido no projecto do Yoga com Todos. Depois da Prática de Yoga.

Encontrar o Nós


Grupo de meditação e reflexão


O que é?


A iniciativa “ Encontrar o Nós” surge com o intuito de acolher pessoas interessadas na prática da meditação e da reflexão em grupo.


Como o próprio nome sugere, acreditamos na relação de união entre todos como essencial, para que a partir dessa realidade possamos “encontrar o nós” e as suas potencialidades.


Durante os encontros, que têm aproximadamente 1 hora, existe um período inicial de 20 a 30 minutos de meditação onde trabalhamos sobre o aquietamento e investigação interior.


O restante tempo utilizamos para a reflexão participativa de textos, documentários, quotidiano, poesia, cultura de paz, acção social, entre outros.



Temas base


Inter-ser, compreensão e sabedoria, ética e compaixão, cultura de paz, voluntariado e acção social, quotidiano e experiências pessoais …


Escuta compassiva, pensamento integrado

Este período de partilha e reflexão permite-nos a prática da escuta compassiva, aprender a ouvir com plena atenção as pessoas presentes, que é ouvir-nos também, e fortalecer laços de compreensão através do diálogo.

Sugestão


Criar um “dia da plena consciência” onde nos podemos dedicar mais à prática e à partilha. Talvez o dia do Yoga com Todos.


Para quem?


Para todos os interessados na proposta, de todas as idades.


Quando?


Quintas-feiras, das 20h30 às 21h30



Não há caminho para a paz, a paz é o caminho




a iniciar em Setembro....

07 agosto 2007

Meditação Zen em Lisboa

O Hugo está a orientar agora duas sessões de meditação em Lisboa - às terça-feiras das 7h às 8h e às sextas das 10h às 11h.
Morada: União Budista Portuguesa
Calçada da Ajuda 246, 1º Dtº Lisboa
Blog do Hugo: Paz Original

05 agosto 2007

A essência da Vida


A essência da vida consiste no facto de ela ser um desafio. Umas vezes ela pode ser doce, e outras amarga. Algumas vezes, o nosso corpo fica tenso, outras descontrai ou abre-se. Umas vezes temos uma dor de cabeça, e outras sentimo-nos 100% saudáveis. De uma perspectiva desperta, tentar atar todas as pontas soltas e conseguir perceber tudo equivale à morte, porque implica a rejeição de muita da nossa experiência básica. Há algo de agressivo nessa abordagem da vida, em tentar alisar todos os pontos mais agrestes e todas as imperfeições, de maneira a fazermos uma viagem sem sobressaltos.

Estarmos totalmente vivos, sermos totalmente humanos e estarmos completamente despertos, implica sermos continuamente atirados para fora do ninho. Viver completamente é estar sempre na terra-de ninguém, experimentar cada momento como algo completamente novo e fresco. Viver é estar disposto a morrer vezes sem conta. Do ponto de vista desperto, isso é vida. A morte é querermos agarrar-nos àquilo que temos e fazer com que cada experiência nos confirme, nos felicite e nos faça sentir completamente unos. Portanto, embora afirmemos que o yama mara é o medo da morte, ele é, na realidade, o medo da vida.

Pema Chodrön,
Quando tudo se desfaz: palavras de coragem para tempos difíceis

Horário de Agosto


Meditação: de segunda a sexta, às 6h45
às terças, das 20h às 22h

Entretanto, os textos (koan e poemas) mencionados no retiro de Verão com Amy Hollowell estão a ser publicados no Sabor a Zen. A tradução é para breve...