31 outubro 2006

AGUALONGA

CRIAÇÕES CAMPESTRES (VENDA PRÉ NATAL)
4 e 5 Novembro das 10.30 às 18.00
(Sopa, pão, queijos e chás)

Casa do Cruzeiro, Lugar do Pombal,
Agualonga, 4940-041 Paredes de Coura

Design artesanal e produção caseira
(Lucro para lar de 3.ª idade)

Artes plásticas
Óleos, aguarelas, pastel, desenhos, gravuras, cerâmica

Cerâmica
Azulejos pintados, vasos, queimadores de incenso, esculturas, pratos, castiçais

Prendas/Papelaria
Molduras, cartas, artigos de papelaria, jóias, decorações, marcadores de livros, papel caseiro

Vestuário

Kaftans, artigos de ‘patchwork’

Culinária

Ervas aromáticas frescas e secas, sais culinárias aromáticos, vinagres com ervas, óleos com ervas, chutneys, pickles, compotas, empadãos vegetarianos, ‘veggie-burgers’, lasagne e caril vegetariano, misturas de sementes e frutos secos doces e amargos, saquinhos aromáticos para vinho quente

Saúde
Sais de banho aromáticos, óleos para massagens, sabonetes caseiros, saquinhos perfumados, saquinhos de alfazema, saquinhos de sais aromáticos para o banho


Informação: Angela 93-3848036 ou Gerda 91-7017583

30 outubro 2006

O próximo Yoga Com Todos já está a chegar


Olá a todos!
Esperamos que estejam todos bem e com muita vontade de partilhar...
Como sabem, aproxima-se a data do nosso próximo encontro do Yoga com todos, que
vai ser no domingo de 12 Novembro.
Tudo indica que vamos desfrutar de uns bons momentos no Parque da Lavandeira em
Oliveira do Douro, Vila nova de Gaia.
Participem, juntem-se, sejamos TODOS...
Fiquem atentos às próximas e breves novidades...
Vejam o nosso blog e contactem para mais informações:
www.yogacomtodos.blogspot.com

Até breve
Lécio

28 outubro 2006

Almofadas de Meditação





Indispensáveis. Agora temos almofadas de meditação disponíveis na nossa sede da Rua da Restauração. Cores: além da cor da foto, azul-marinho e vermelho (não é um vermelho vivo). Os materiais são 100% naturais.

25 outubro 2006

A direcção

Os nomes que compõem a direcção da delegação do Porto da União Budista Portuguesa:
Margarida Cardoso, Sagarapriya, José Eduardo Reis
Sofia Carvalho, Xavier Neves, Cláudia Cunha,
Ana Cristina Mestre, Leonor Campos, Cecília Campos

Equipa editorial:
José Guilherme Abreu, Xavier Neves, Lécio Ferreira
Margarida Cardoso, Leonor Campos

24 outubro 2006

Uma portuguesa em Paris :)

A "nossa" Cláudia está em Paris, para participar no retiro de uma semana com a Roshi Catherine Genno Pagès, no centro Dana, em Montreuil. A sortuda teve ainda ocasião de conhecer Thich Naht Hanh, o monge, poeta e professor Zen vietnamita conhecido igualmente como um activista da não-violência. Neste fim-de-semana, Thich Naht Hanh deu uma conferência, 'Moins de colère, moins de violences' e guiou uma marcha "meditativa". Bem, aguardamos ansiosamente a vinda da Cláudia para nos contar tudo :) E só para quem acha que ir a Paris é muito caro: a Ryanair está a fazer viagens Porto-Paris muito baratas!

Sessões de Meditação Zen na União Budista Portuguesa - Lisboa


Semanalmente às Sexta-feira pelas 10h00

Indicações:
Trazer roupa larga e confortável; não chegar depois da hora. Os principiantes que necessitam de instruções deverão chegar pelas 9h45. A sessão compreende 30 min. de meditação sentada (zazen), 5 min. de meditação em andamento (kinhin) e novamente 30 min. de meditação sentada.

O orientador:
Hugo Jorge. Psicólogo. Tem trabalhado com crianças, jovens e adultos em associações de intervenção comunitária, escolas e em consultório. Praticante do Budismo Zen sob a orientação de Amy Hollowell Sensei.

Nota:
Amy Hollowell Sensei é a primeira sucessora de Catherine Genno Pagès Roshi, que por sua vez é herdeira do mestre Zen americano Dennis Genpo Merzel Roshi, sucessor de Taizan Maezumi Roshi, um dos mestres japoneses pioneiros na introdução do Budismo Zen no Ocidente. Amy Hollowell nasceu nos Estados Unidos, em 1958. Emigrou para França em 1981. Actualmente é jornalista num jornal internacional com sede em Paris. É também poetisa. Os seus poemas foram publicados nos Estados Unidos e na Europa. Ensina a prática da meditação silenciosa (shikantaza) e a prática dos Koans.

“Não tomar o que é dito como certo, é o que o Buda disse e o que os mestres disseram, de geração em geração: Não tomem o que é dito como certo, não acreditem simplesmente no que é dito. Posso descrever-vos o que é beber este copo de água, mas isso não vos dirá nada. Têm sede? Bebam esta água.”

Amy Hollowell Sensei

União Budista Portuguesa
Calçada da Ajuda 246, 1º Dtº, 1300-012 Lisboa
213 634 363
sede@uniaobudista.pt
www.uniaobudista.pt

20 outubro 2006

Sagarapriya


Sagarapriya é um professor budista de yoga e meditação já muito conhecido de muitos aqui no Norte, mas pediram-me para dizer algo mais sobre ele. Talvez a entrevista que ele deu para o SurfTotal ajude um pouco a dá-lo a conhecer.... ou então este pequeno artigo online em inglês.

17 outubro 2006

O que é um retiro?


Um retiro é uma oportunidade de clarificar e aprofundar o que é realmente essencial para cada um de nós. Num retiro budista, tentamos criar as condições exteriores e interiores que nos permitem afastar-nos da agitação e dispersão da nossa rotina, de forma a podermos realmente descontrair e abrir. O ambiente envolvente, as práticas de harmonização corpo-mente, as refeições vegetarianas, o diálogo, o silêncio, reflectem esta procura de uma maior simplicidade e este processo de redescoberta de nós mesmos.

Com o desenrolar do retiro, atenuam-se as barreiras que separam o eu, o outro, o mundo. À medida que nos soltamos, a tranquilidade e a quietude dá lugar a mais disponibilidade, amplitude, alegria e mesmo gratidão. A tranquilidade faz emergir a apreciação pelas pequenas coisas e os gestos simples – os sons, os sabores, os cheiros, as sensações, o estar consigo, o estar com os outros.

Um retiro oferece a oportunidade de experienciar a vida de uma forma mais leve e receptiva. Ao estarmos mais atentos e conscientes de tudo, das nossas relações de interdependência com os outros, refinamos a nossa habilidade para nos ocuparmos de nós, dos outros e do mundo, com mais compaixão e sabedoria.

Os nossos retiros são abertos a qualquer um. Ou seja, não é preciso ser budista, nem sequer de ter a intenção de se tornar budista, para participar. Principiantes e praticantes com mais experiência são igualmente bem-vindos.

Próximo retiro:
Integração: corpo, mente e fala
Retiro com Sagarapriya – 11/12 de Novembro

Viver implica responder constantemente a estímulos, sejam eles vindos do exterior, através dos sentidos, ou do interior, através de pensamentos e memórias. Entre estímulo e resposta existe um espaço. Quando passa despercebido, perpetuam-se respostas de vida meramente reactivas e habituais. Quando notado, este espaço possibilita a liberdade de viver de forma criativa, instante a instante. Os três meios de resposta são o corpo, a fala e a mente. Neste retiro vamos investigar a relação entre estes três aspectos, com o propósito de compreender a forma como tecemos a nossa experiência de vida com os fios das respostas que damos. O programa inclui palestras, diálogo em grupo, meditação, yoga e tempo para simplesmente estar.
Mais informações no site da UBP.


12 outubro 2006

Workshop de Introdução à Meditação



"A mente pode ser comparada a um oceano, e os eventos mentais momentâneos — como a felicidade, a irritação, as fantasias e a tristeza — às ondas que sobem e descem sobre sua superfície. Assim como as ondas podem ser apaziguadas para revelar a calma das profundezas do oceano, assim também é possível acalmar a turbulência de nossa mente para revelar a sua clareza natural.

A habilidade para fazer isto está dentro da própria mente, e a chave para a mente é a meditação."

Kathleen McDonald


Data: quinta-feira dia 19 de Outubro às 20h30
Local: Rua da Restauração, 463, 2.º
Contribuição: €15 (€10 estudantes)


Orientação Margarida Cardoso. Praticante do Budismo desde 1985, ano em que se integrou na vida comunitária da escola de Budismo Tibetano, recebeu entretanto ensinamentos de mestres de várias tradições budistas. Actualmente pratica Zen sob a orientação de Sensei Amy Hollowell. Recebeu a formação de instrutora de meditação Samatha-Vipasyana do Instituto Karma Ling. É presidente da delegação do Porto da União Budista Portuguesa.

Inscrições e informações tlm 917088371
email: ubporto@gmail.com

A transformação da mente



"A mente, ou consciência, está no coração da teoria e prática budistas, e nos últimos 2500 anos, meditadores têm vindo a investigá-la e a usá-la como um meio de transcender a existência insatisfatória e de atingir a paz perfeita. Diz-se que toda a felicidade, comum e sublime, é atingida pela compreensão e transformação de nossa própria mente.

Um tipo de energia não-física, a função da mente é conhecer, experienciar. É a própria consciência. É clara por natureza e reflecte tudo o que experiencia, assim como um lago calmo reflecte as montanhas e florestas que estão ao seu redor.

A mente muda de momento a momento. É um continuum sem início, como um fluxo sempre em movimento: o momento-mental prévio dá origem a este momento-mental, que dá origem ao próximo momento-mental e assim por diante. É o nome geral dado à totalidade das nossas experiências conscientes e inconscientes: cada um de nós é o centro de um mundo de pensamentos, percepções, sentimentos, memórias, sonhos — tudo isto é a mente.

A mente não é uma coisa física que tem pensamentos e sentimentos; essas próprias experiências são a mente. Por ser sem matéria, ela é diferente do corpo, apesar de mente e corpo serem interconectados e interdependentes. Este relacionamento explica porque, por exemplo, as doenças e os desconfortos físicos podem afectar a mente, e porque as atitudes mentais, por sua vez, podem dar origem tanto à cura quanto aos problemas físicos.

A mente pode ser comparada a um oceano, e os eventos mentais momentâneos — como a felicidade, a irritação, as fantasias e a tristeza — às ondas que sobem e descem sobre sua superfície. Assim como as ondas podem ser apaziguadas para revelar a calma das profundezas do oceano, assim também é possível acalmar a turbulência de nossa mente para revelar a sua clareza natural.

A habilidade para fazer isto está dentro da própria mente, e a chave para a mente é a meditação."

(McDonald, Kathleen. How to Meditate: A Practical Guide
adaptação da edição de Robina Courtin. Ithaca: Snow Lion, 1998)

FOTO: SEAT and DIE ©JR/Sogenji 2004

Um vídeo do Joseph Goldstein

O Numinous-Nonsense tem uma entrevista em vídeo do Joseph Goldstein. Na verdade, se formaos ao site que ele indica, , há inúmeros vídeos interessantes.

06 outubro 2006

Uma americana em Lisboa


"A nossa sensei" é muito bonita :)

03 outubro 2006

LU JONG

'Lu-Jong' traduzido literalmente significa "treino do corpo". Estes movimentos são também conhecidos como "Movimentos que curam". A sua origem remonta a tempos ancestrais, e era praticado pelos eremitas que viviam em locais remotos nas montanhas. Esta sabedoria empírica deu origem a um conjunto de exercícios corporais que trabalham vários meridianos, zonas reflexas, orgãos e partes do corpo específicos.

Através da prática dos exercícios adequados, é possível restabelecer o equilíbrio dos humores corporais e os elementos do corpo, abrir e fechar os respectivos canais, com o objectivo de recuperar a saúde.

O curso de Lu-jong tem por base os ensinamentos da medicina tibetana.

Os Três Humores: LUNG, TRIPA, BEKKEN

Também conhecidos pelos 3 princípios ou energias vitais (savias vitales).

LUNG (vento)

Representa o elemento AR, é responsável pelos pensamentos e pela razão, para além da respiração, do movimento e de todas as secreções e orifícios corporais.

TRIPA (bílis)

Representa o elemento Fogo, é responsável pelo calor corporal, pela digestão e pelo metabolismo. Responsável também pela valentia e força de vontade.

BEKKEN (fleuma)

Representa os elementos Terra e Água. É responsável pela nossa estrutura corporal, pelos fluidos, pela flexibilidade e pelas articulações. Responsável também pela paciência e pelos sonhos.

Estes 3 Humores contêm os 5 elementos: Espaço, Terra, Ar, Fogo, Água

Raízes na Copyriot


Sábado, 07 de Outubro 2006 às 20h30 na Casa-Viva, Pr. do Marquês 167 - Porto
No próximo Sábado a Raízes apresenta ao público a sua proposta de projecto que visa a promoção e implementação da Agricultura Biológica no Concelho de Gaia.

Esta apresentação pretende reunir em volta do projecto Raízes o maior número de apoiantes possivel, antes do projecto ser apresentado junto da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia. Esperamos assim ganhar mais força ao contar com o apoio tanto de empresas ligadas à comercialização de produtos biológicos, como de pessoas particulares. Neste sentido convidamos todos os interessados em comparecer, ouvir, esclarecer dúvidas e subescrever o projecto Raízes.

Seguido da apresentação do Projecto Raízes, haverá um jantar vegetariano para o qual a Raízes fornecerá os legumes, assim como pão. Poderá ainda aproveitar para levar para casa algumas das delicias da Raízes.

Não podemos deixar de mencionar que esta apresentação está inserida no evento COPYRIOT 2 - Gente Sem Patente.
Este evento é organizado pelo projecto Casa-Viva e decorre entre os dias 5 e 7 de Outubro, na Praça do Marquês 167 - Porto

--
Pedro Rocha & Sarah Krüger
Rua de Mira, 72
4410-387 Arcozelo - V.N.G.

tel: 227 538 581
fax: 227 538 580
tlm: 919023458

mail: info.raizes@gmail.com
web: www.raizes.pt.la
blog: www.raizesblog.blogspot.com